domingo, 8 de março de 2009

Carla


Linda linda linda,
Ainda tento apartar a “briga” do amor com a indignação. Se amo-te não sei, mas me impressiona sua reluzente beleza. Fonte cristalina do saber.

Um comentário:

Aretha H. disse...

Cheio de raizes diretas que partem da refelxão mais profunda, da busca do que realmente se sente. Parabéns querido! Feliz evolução!